Fique atento aos sinais

É importante reconhecer os sintomas das doenças renais para que o tratamento possa ser iniciado o mais rápido possível

 O rim é um órgão localizado na região lombar da coluna. Se você sente dores nesta região, pode ser que o seu corpo esteja enviando sinais para alertá-lo de que algo não está funcionando adequadamente. Fique atento aos sinais, já que podem ser fortes indícios de uma doença renal.

As causas mais frequentes das dores nos rins são a presença de pedra (ou cálculo) na via urinária e infecção de urina. As pedras, ao prejudicarem a saída da urina pelas vias urinárias, causam dores muito fortes na região das costas, com irradiação para frente, abaixo do umbigo e virilhas. São as famosas cólicas renais, que podem ser acompanhadas de outros sintomas desagradáveis, como náuseas, vômitos e mal-estar.

“As infecções urinárias também causam desconforto e ardência para urinar, além de febre. Se você sente algo parecido, é importante procurar seu médico para ter um diagnóstico correto e ser tratado adequadamente, o quanto antes. É importante ressaltar, ainda, que a maior parte das doenças renais não causam dor nos rins e sim outros sintomas que podem ser silenciosos, mas um alerta de doença renal. Pressão alta, inchaço ou edema ao redor dos olhos e nas pernas, falta de ar, fraqueza constante, anemia, falta de apetite, urinar muitas vezes, principalmente à noite, urina com sangue ou espuma e câimbras podem ser alguns destes sinais”, alerta a nefrologista do Instituto de Nefrologia de Bauru, Juliana Abrão.

É fundamental também que você conheça quais são os fatores de risco que podem levar a doença renal. Evitar e tratar adequadamente estes fatores são formas de prevenir o surgimento e/ou agravamento da doença. Os principais fatores de risco são: hipertensão arterial, diabetes, histórico familiar de doença renal, obesidade, tabagismo e uso de medicações tóxicas para os rins como anti-inflamatórios.

Cuidar da sua saúde, como um todo, ajuda a proteger a saúde dos seus rins. Evitar o excesso de sal, açúcares e gorduras, praticar atividades física regularmente, controlar o peso, não fumar, ingerir bastante água e não usar medicamentos sem orientação médica, são algumas dicas para manter sua saúde em dia.

É importante, recorrer a um médico – caso apresente algum destes sintomas ou algum fator de risco para desenvolver doença renal- para que sejam realizados exames de triagem na urina e de sangue. É possível, por meio dessa investigação, calcular a taxa de filtração sanguínea dos rins e a presença de sangue, proteínas, glicose ou outras substâncias que apontam para uma possível doença renal. O diagnóstico precoce é muito importante para que se possa tratar e prevenir a insuficiência renal ou a doença renal crônica.